mercoledì 26 settembre 2007

Recebi e repasso

Altruísmo Genuíno

Você já passou pela experiência de ouvir uma história tocante sobre alguém precisando de ajuda ou de receber o pedido insistente de uma organização, a ponto de sentir profundamente que, sem dúvida alguma, você precisava responder e ajudar de alguma forma? Se você agiu segundo esta emoção, provavelmente experimentou uma sensação agradável e cálida, que lhe deu a certeza de ter feito algo significativo, um altruísmo genuíno. Os cientistas estão descobrindo agora que essa sensação de "acalentamento", como eles o rotularam, está, na verdade, gravado nos circuitos do nosso cérebro.

De acordo com um recente artigo de jornal que estampava a manchete "A sensação de acalentamento no ato de dar não é sua imaginação", uma equipe de cientistas e psicólogos de uma importante universidade descobriu que a doação de dinheiro ativa regiões do cérebro associadas ao prazer. Eles analisaram mulheres que receberam dinheiro e foram instruídas a doá-lo - voluntária e involuntariamente - para satisfazer várias necessidades. Os pesquisadores descobriram que o altruísmo das participantes realmente animava uma porção de seu cérebro que responde aos estímulos de recompensa, ou prazer – mesmo quando a doação era involuntária.

Talvez seja por isso que no Novo Testamento da Bíblia a famosa afirmação de Jesus é mencionada: "Há maior felicidade em dar do que em receber." (Atos 20:35). Quando nós damos, recebemos em troca.

A Bíblia frequentemente fala sobre as virtudes da generosidade, reconhecendo que nem todos possuem materialmente a mesma porção, mas todos nós temos a oportunidade de repartir a nossa abundância com aqueles que precisam. Por exemplo, Provérbios 3:27-28 afirma: "Quanto lhe for possível, não deixe de fazer o bem a quem dele precisa. Não diga ao seu próximo: 'Volte amanhã, e eu lhe darei algo', se pode ajuda-lo hoje."

Talvez Provérbios 11:24 refira-se ao altruísmo genuíno quando diz: "Há quem dê generosamente, e vê aumentar suas riquezas; outros retêm o que deveriam dar, e caem na pobreza."

Provérbios 22:9 ensina: "Quem é generoso será abençoado, pois reparte o seu pão com o pobre." Nós podemos não entender todos os caminhos de Deus, mas se o Senhor diz que nós seremos abençoados, eu creio n'Ele. Parte dessa benção é provavelmente o sentimento de satisfação, a gratificação que sentimos quando sabemos que fomos usados por Deus para assistir e satisfazer as necessidades de outra pessoa.

Nos negócios, existem muitas oportunidades para ser generoso. Podemos ajudar empregados que precisam, doar a obras assistenciais locais ou devolver recursos em favor de nossa comunidade de várias maneiras significativas. Se você tem responsabilidades de mordomia dentro de sua organização e lhe foi confiada a tarefa de avaliar meios de distribuir parte de seus recursos, procure fazer com que esse altruísmo genuíno se espalhe para outras pessoas.

Algumas empresas fazem isso dando a seus empregados um certo período de tempo todos os meses para que estes trabalhem em organizações assistenciais ou estimula-os a participar em bons projetos de caridade dentro da comunidade. Quando você tiver qualquer dúvida quanto a dar, lembre-se de que sua generosidade será abençoada – e você experimentará uma gostosa e sadia sensação de acalentamento em troca!

Rick Boxx

1 commento:

  1. Legal! Estou repassando lá no Filantropia Br, também.

    RispondiElimina